Blog - 28 maio 2018

Como fazer uma pesquisa de mercado relevante na sua loja virtual?

Você já se deparou com o momento de tomar uma decisão, mas não tinha informações claras e precisas para fazer a melhor escolha? Isso pode acontecer quando você é responsável por um negócio, e por isso é importante que você tenha certeza de fatos e dados para embasar suas decisões. Para conseguir isso, é preciso saber como fazer uma pesquisa de mercado.

Em relação ao ambiente virtual, pode-se dizer que a pesquisa de mercado é tão importante para esse meio quanto é para lojas físicas. A diferença está na disponibilidade de informações, afinal, é muito mais simples mensurar dados quando todo o processo de compra ocorre dentro do ambiente digital.

Assim, se você quer saber como começar a sua pesquisa, onde procurar as informações necessárias e entender o que é fundamental ao fazer uma pesquisa de mercado voltada ao e-commerce, continue lendo este texto.

Tenha em mente a importância da pesquisa para o seu negócio

Primeiramente, para iniciar um negócio e manter o funcionamento da empresa, é preciso se planejar. Para fazer um bom planejamento, é necessário pesquisar. O mesmo ocorre no processo de abertura de uma loja virtual.

Para entender a importância disso, pense que uma boa pesquisa pode fazer com que você tome decisões mais assertivas, e assim não precise gastar recursos para chegar à mesma conclusão que você chegaria se tivesse pesquisado antes.

Se você está se perguntando no que a sua pesquisa deve ser focada, procure perguntas que você gostaria que fossem respondidas antes de inaugurar a sua loja virtual.

  • Os produtos serão vendidos?

  • Existem muitas pessoas que querem adquirir meu produto?

  • Quem é a pessoa ideal para comprar meus produtos?

  • Como eu devo me comunicar com essas pessoas?

  • Como eu posso entrar em contato com o meu público?

Essas são as perguntas mais importantes a se fazer antes de começar uma atividade comercial, então são as que suas primeiras pesquisas devem procurar responder.

Pense em meios de achar as suas respostas

Para saber se os seus produtos serão vendidos, você precisa saber se existem pessoas que desejam tê-los. Pesquise os seus concorrentes, busque informações a respeito das vendas e de como essas vendas são feitas. Procure saber:

  • É difícil vender o seu produto?

  • Qual o ticket médio do que você oferece?

  • Existem muitos concorrentes fortes no mercado?

  • Quanto tempo uma venda demora para acontecer?

Procure informações a respeito das pessoas que costumam comprar os produtos.

  • Qual estilo de vida delas?

  • Quais são suas dores e problemas?

  • Quais são os seus objetivos?

  • Por que querem os seus produtos?

  • Como elas se comunicam entre si?

  • Como entro em contato com elas?

Existem pesquisas já feitas por estudantes e empresas, é possível acessar algumas delas pela internet. Além disso, é importante buscar informações sobre outros setores que influenciam no seu negócio, mas não estão diretamente ligados a ele, como o setor econômico, o político, o ambiental, o social e o tecnológico.

Pesquisas rápidas na internet podem ajudar, mas vá além. Leia revistas e jornais sobre o assunto, pergunte nas ruas, peça a opinião de conhecidos e tome nota de tudo o que achar relevante.

Entenda o propósito específico de cada pesquisa

Logo após fazer essas pesquisas básicas sobre o que envolve o seu negócio direta ou indiretamente, crie hipóteses a respeito de fatos que você encontrou na sua pesquisa ou que você pensa que podem ser verdadeiros.

Por exemplo, imagine que você quer iniciar um e-commerce que venda livros, mas não sabe exatamente onde concentrar os seus esforços para conseguir público. Você pensa que precisa focar no preço, mas será que as pessoas se importam tanto com isso a ponto de não comprar de você?

Você pode, então, criar um questionário curto perguntando o que as pessoas mais valorizam na hora de comprar um livro. Poderia ser:

  • O preço?

  • A qualidade das páginas e capas?

  • A raridade do livro?

  • O tempo que ele vai demorar para chegar?

  • O livro precisa ser novo?

  • O atendimento da loja?

Você também pode se perguntar se os seus diferenciais atrairiam o público. Seria interessante se você disponibilizasse um programa de fidelidade? E se você focasse em um nicho específico e conseguisse livros difíceis de achar? Todas essas perguntas podem ser respondidas por pesquisas diretas com o público.

A forma de perguntar também muda. No primeiro exemplo você pode usar formatos de pesquisa quantitativos, em que a quantidade de respostas é o fator mais importante e você vai seguir o que a maioria quer, mas as vezes isso não é o suficiente.

É possível buscar respostas falando diretamente com o seu público em entrevistas pessoais ou em grupo. Essa conversa tem o propósito de entender mais profundamente as suas personas (público-alvo) e descobrir o que elas querem, o que precisam e detalhes que possam ajudar a alavancar o seu negócio, mas que você nunca teria pensado antes.

Essas pesquisas são consideradas qualitativas e caracterizam-se por trazer perguntas abertas.

Leve em consideração todas as fontes de pesquisa disponíveis

Quando você já tiver documentado todas as informações relevantes que você conseguiu por meio dos documentos e artigos que você encontrou ao fazer uma busca no Google e ler revistas e jornais, é possível colocar a sua loja virtual para funcionar.

Com o tempo, as pessoas vão interagir com seu site e conteúdos. É recomendado que você vincule o Google Analytics ao seu e-commerce, pois a partir dele você pode acessar dados dos usuários do seu site e, principalmente, aqueles que efetuam uma compra.

A partir do perfil das pessoas que compram, você tem a possibilidade de confirmar características do seu público e complementar as informações que você já tem. Com essa ferramenta, você descobre a faixa etária e sexo dos seus consumidores, como eles chegam até você, como se comportam no site, quanto tempo demoram para comprar e tem acesso a muitas outras informações.

Quando uma pessoa interage com o seu e-commerce, ela pode deixar que você entre em contato com ela ao informar o e-mail para receber novidades. Por meio do endereço eletrônico, você pode acompanhar as ações dela no seus site a partir de um software de e-mail marketing, por exemplo.

Além disso, você pode enviar um questionário feito em plataformas como o Google Forms, que, inclusive, pode ser uma pesquisa de satisfação em relação a um produto adquirido.

Outra ferramenta disponível para pesquisar o seu público e recolher informações é a análise do público nas redes sociais. Redes sociais como o Facebook trazem diversas informações relevantes sobre o público que curte e interage com a sua página.

Caso os dados quantitativos adquiridos pelas ferramentas citadas e as respostas de perguntas abertas de formulários enviados por e-mail não forem o suficiente, você pode ligar para alguns de seus clientes para fazer algumas perguntas, ou até apostar em entrevistas pessoais ou em grupo (Focus Group).

Lembre-se que oferecer um brinde aos colaboradores da pesquisa aumenta muito a quantidade de respostas recebidas.

Analise os resultados e tome decisões

Em resumo, toda e qualquer pesquisa tem o grande objetivo de solucionar dúvidas e obter respostas que possam gerar insights e embasar as suas decisões. Tenha uma pergunta em mente, entenda o que você precisa saber para respondê-la, crie hipóteses e questões a serem respondidas para confirmá-las.

Dentre os principais recursos de pesquisa estão:

  • buscar pesquisas já feitas;

  • pesquisar em blogs, sites, revistas e jornais;

  • fazer perguntas ao seu público em redes sociais ou por meio de formulários;

  • entrevistar as pessoas que já compraram de você;

  • observar o comportamento do consumidor no site por meio de ferramentas.

Depois de contabilizar e tomar nota de tudo, algumas ferramentas já vão trazer gráficos para você. Analise todos os dados obtidos e reúna todas as informações mais relevantes para o seu negócio. Faça um resumo de suas conclusões e você terá a sua base para tomar decisões de forma segura e assertiva, direcionada ao seu público e ao cenário dos negócios.

É importante ressaltar que entender como fazer uma pesquisa de mercado não significa que você conseguirá as respostas facilmente e de forma rápida. Por isso é importante buscar o apoio de quem já está nesse ramo e tem experiência.

Uma agência, por exemplo, traz metodologia para pesquisas, sabe exatamente o que perguntar e tem acesso a softwares de ponta para o devido cruzamento de dados. Para saber mais o que uma agência pode fazer por você, entre em contato conosco, vamos marcar uma conversa.

Get Source

Somos uma Agência Digital + Software House, fundada em 2011, localizada em São Paulo capital. Já entregamos projetos para clientes nacionais e internacionais nos segmentos de real estate, varejo, telecomunicações, comércio eletrônico e serviços.

Mais informações

Você pode gostar também
Como ter inteligência competitiva em negócios ligados à inovação?

A inteligência competitiva é uma ferramenta essencial em qualquer empresa que deseje inovar. Afinal, implantá-la pode fazer com que...

Envio de e-mails marketing: por que o Inbound não funciona sem isso?

Você acredita que o e-mail morreu? Está enganado: ele é um dos canais de marketing mais eficazes da atualidade....

5 métricas de marketing que todos os negócios devem acompanhar

Curtidas e compartilhamentos não contribuem para as vendas da empresa. Para que a estratégia tenha sucesso, é essencial acompanhar...